quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009


Eu sou o caminho, a verdade, e a vida, ninguém vem ao Pai a não ser por mim. (Jô 14:6)

O versículo acima é um dos meus versículos favoritos em toda a Bíblia devido a simplicidade e a profundidade dele.
São três palavras que definem o que Jesus é. No entanto essas três palavras são extremamente difíceis de se entender.
Eu sempre me perguntei :
- Caminho? Que caminho? Caminho para o Pai. Único caminho para o Pai. Mas o que significa esse caminho? Como vou triar esse caminho?
- Sobre a verdade: Que verdade ? assim como Pilatos perguntou: O que é a verdade? Jesus responde: “Eu sou a verdade”. Mas ao dizer isso, Jesus diz tudo e não diz nada. O que significa alguém ser a verdade? O que é a verdade? Ou que verdade é essa, que Jesus é?
- Vida? Todos temos vida. Mas é claro que Jesus não está falando da sua mera vida carnal aqui na Terra. Ele está falando de uma vida que transcende essa aqui. Talvez a vida que seja condição da nossa vida aqui. Talvez seja vida no seu sentido mais extenso. Que vida é essa que Jesus está falando aqui. Que vida é essa que Jesus é? Ele seria a condição da vida?
Essas questões sempre me intrigaram ao ler essa passagem. São três palavras que mexem com toda estrutura humana. São palavras delimitadoras.
Pretendo escrever alguma coisa sobre o que já pensei a respeito do tema. São considerações minhas apenas. Longe de tentar chegar em uma definição última do que o versículo quer dizer, tentarei apenas expor alguns pensamentos a respeito do versículo.
Por caminho, eu entendo que Jesus quer que nós “andemos como Ele andou”. Jesus é o caminho a ser seguido. Nesse sentido acho que o fato de Jesus ser o caminho indica que, qualquer um que anda como Ele andou, está no caminho.
Agora, o que seria andar como Jesus andou?
Eu tenho pra mim que andar como Jesus andou é “fazer as obras que eu faço e coisas maiores ainda.” Para se andar no caminho é preciso que eu aja como Jesus agia, que eu faça o que Jesus fazia isso independente da minha religião ou fé que eu professe.
Jesus disse: Eu sou a porta, quem passar por mim, entrará e sairá e achará pastagem.
Certa vez ouvi um pastor falando que a porta tem o formato de Jesus, e que para passarmos por ela, temos que ter também o formato de Jesus.
Agora, como adquirimos o formato de Jesus? Eu acho que se andarmos como Ele andou, obteremos o formato de Jesus.
Agora, andar como Jesus andou não é professar uma religião. Andar como Jesus andou é fazer o que Jesus fez. É imitar suas ações, é viver de forma que Deus seja sempre glorificado através da minha vida.
Todo aquele que anda como Jesus andou está no caminho. E isso não depende da religião, não depende de qual credo a pessoa professa.
O salmista diz: “Dá-me filho meu o teu coração.” Até hoje é só o que Deus tem pedido. Para se andar no caminho é preciso ter um coração igual o de Jesus. Um coração voltado para Deus; um coração entregue a Deus.
Jesus é o caminho. Andemos por esse caminho. Mas há apenas uma forma de andar por esse caminho, e é sendo como Jesus foi. Jesus é o exemplo a ser seguido.
Se alguém diz estar Nele, esse deve andar como Ele andou. Se dissemos que estamos no caminho que é Ele, nós devemos andar como ele andou.
Andar como ele andou não é seguir uma religião, ou defender um ponto de vista em relação a fé ou em relação a bíblia. Andar como ele andou vem do coração, vem da disposição que deve ser a mesma que houve em Jesus. Só assim poderemos dizer se estamos ou não no caminho.