segunda-feira, 24 de maio de 2010

poema dos 27 anos...







Vai tempo...

Leva consigo as lembranças e traga novas experiências.

Me conduza para lugares que ainda não frequentei, me leve a casas onde não entrei para ver flores que ainda não vi, pra sentir odores que ainda não senti...

Leve-me para longe, mas mantendo sempre perto o que mais importa.

Vá tempo, siga seu curso...

Nada podemos fazer pra te fazer parar, nada que façamos te fará agir de forma diferente.

Ah como gostaria de não ter que vê-lo passar assim tão rápido, gostaria que caminhasse mais devagar, que não tivesse tanta pressa, que não quisesse sempre está a frente de todos. Mas feliz ou infelizmente você é assim.

Espero sinceramente estar fazendo bom uso de você.

Então vá,

E enquanto vai, vou junto contigo tentando aprender o máximo que puder enquanto passa,

Enquanto passo.