segunda-feira, 27 de julho de 2009

O evangelho anacrônico



Evangelho: Definição: Boas novas

anacrónico adj 1. Que não condiz com a cronologia. 2. Que destoa dos usos da época a que se atribui.

Cada vez mais vejo como os textos bíblicos são usados por conta própria por parte dos líderes das igrejas evangélicas.

Não há o menor pudor na utilização do texto bíblico. Usa-se como quer e na hora que se quer pra justificar qualquer coisa.

As anacronias dentro desse contexto são muito comuns. O evangelho da anacronia, portanto visa a justificação de dogmas, ou pontos de vistas, geralmente parciais e que em nada tem a ver com as propostas bíblicas.

O salto do AT para o NT são os mais comuns. Textos que deveriam ser analisados dentro dos contextos que foram escritos são colocados para fora deles e usados para justificar pontos de vista que beiram ao absurdo.

O fato de “ter que usar a bíblia para justificar qualquer coisa” acaba provocando as anacronias que vemos nas igrejas de hoje.

Sem contar que o termo anacrônico pode ter outro sentido que talvez seja até mais sério. É um evangelho que se afasta de Cristo, e espalha as “más novas” e não as boas novas. Espalham dogmas e não a pregação de Cristo. O evangelho pregado acaba virando o oposto do evangelho que deveria ser praticado.


Uso o termo anacronia no segundo significado dado pelo dicionário. O uso que destoa da época a que se atribui. E isso, se prestarmos atenção é o que mais acontece em várias pregações que ouvimos nas igrejas evangélicas.