quinta-feira, 22 de outubro de 2009

ausências






Pude novamente estar ao seu lado hoje.

Hoje que foi um dia bem mais light que todos os outros tem sido, pelo menos em uma das esferas de todas as coisas que nos acontecem durante um dia.

Pude novamente sentir-te perto, não tão distante, mas apenas ali.
Ah como aprecio tais momentos. Como que essas "presenças" fazem bem.

Melhores que as ausências. Penso que as ausências são importantes.

Como já dizia Válery: O que seria de nós sem o auxílio das coisas que não existem? Não podemos negar o valor das ausências.

Pelo menos em uma esfera da vida a roda girou mais livre, no entanto, em outra esfera, não foi um dos melhores dias. Nada demais, apenas não foi um dia bom. Apenas trocaria alguns episódios por outros.

Mas quem não faria isso alguma vez ou outra?

Quantas vezes queremos mudar a ordem das coisas? Queremos que as coisas sejam diferentes, que a roda gire para o outro lado, ou simplesmente pare de girar para que possamos fazer alguma coisa. Penso que todos já pensamos assim.

Hoje pensei assim. Pensei que talvez a roda pudesse girar de forma diferente, poderia parar talvez.

Enquanto escrevo escuto. Me escuto, escuto uma música. Boa música.

Mente cansada. Muitas coisas para pensar, muitas pra fazer, buscando talvez mais momentos alegres, pequenos pedaços de uma boa eternidade, bons momentos.

Ah tantas situações para nos impedir de termos bons momentos !!!!! Pena que só depois percebemos que seria melhor ter aproveitado a companhia que nos estava sempre tão acessível mas que a deixamos ir por nada.

Os bons momentos nos fazem bem, a ausência deles nos fazem crescer várias vezes.

Penso que cresci um pouco mais nesses dias.